Pages

sexta-feira, 23 de abril de 2010

ALI no meu caminho...

Faz tempo que não escrevo aqui no blog e nem vou prometer que vou voltar a escrever sempre ou uma vez por semana, porque sei que talvez isso não irá acontecer. Mas, às vezes, a vida puxa o freio de mão e nos faz parar pra refletir sobre o que estamos fazendo.

Como algumas pessoas já sabem, esta semana eu perdi uma grande amiga. Não daquelas que tu vê todo dia, nem daquelas que tu sai todo fim de semana pra beber, nem daquelas que tu diz eu te amo sempre que conversa. Mas, do seu jeito, ela era especial. E era especial em vários sentidos, mas principalmente em um deles: os olhos. Ela enxergava muito além do que muitas pessoas enxergavam, “vendo” a mesma coisa. Sim, ela era deficiente visual. E me fez ver o mundo de outro sentido.

Mara, assim como eu, também era cantora. Cursava Direito e no último fim de semana de sua vida, estava fazendo um concurso pra juiz. Estava feliz, estava bem. Com exceção de uma dor que há dias a incomodava, embaixo do coração, perto das costelas, segundo ela. Mas ela não quis ir no médico, foi empurrando com a barriga e enfim, até agora não sabemos a causa da sua morte. Ela morava sozinha e ninguém sabe o momento exato da morte. Ela só foi encontrada em casa pela sua irmã na terça à noite, sendo que a última vez que alguém conversou com ela, foi na segunda à tardinha. Foi enterrada no feriado de Tiradentes. Confesso que no dia fiquei chocada com a notícia, mas não tinha caído a ficha como nesta quinta. Pensei muito nela, em tudo que tínhamos passado juntas. Enfim, não posso me esquecer do dia em que nos conhecemos.

Eu estudava e estava sempre na Academia de Música Evidências. Quando ela subiu a escada com sua famosa bengalinha, e eu já estava atendendo 3 pessoas quando ela chegou. Fiquei meio sem reação, porque eu nunca tinha lidado, nem conhecido, uma pessoa cega. Sem pensar falei: “Eu estou atendendo algumas pessoas, tu poderia sentar ali e aguardar um minutinho¿”. Ela: “Claro, se tu me disser onde é que é o ALI, eu posso esperar!”. Morta de vergonha, eu e os outros clientes fomos lá e ajudamos ela a sentar. Mas logo vi que ALI nascia uma grande amizade.

Passei a dar mais valor pra certas coisas, simples e que eu achava insignificantes. Aprendi a como guía-la, como tratá-la, como servi-la em um restaurante cheio de pessoas sem paciência pra esperar alguém se servir e ainda servir outra pessoa junto. Mas foi um grande aprendizado pra vida. Agradeço a Deus por ter colocado ela ALI no meu caminho. E esta semana estou muito reflexiva quanto ao que estou fazendo aqui nesse mundo. O que vou levar dele¿ Um amigo se foi, outros virão eu sei. Mas ninguém é substituível. Eu acho que os amigos são justamente o que temos de mais precioso em nossa vida. E certamente a única coisa que nos manterá vivo eternamente é a memória daqueles que ficarão e lembrarão em certos momentos que a gente algum dia existiu. Eu tenho a foto dela, as mensagens que ela me mandava seguido por celular, mas em si, eu tenho a memória de todos os momentos que passei com ela.

Por isso não troco meus amigos por nada. Não troco ficar em casa olhando TV se eu tiver a opção de estar com um amigo naquele momento. Não troco ficar no computador horas e horas, se eu souber que tem alguém que quer me ver e quer compartilhar momentos comigo e que isto sim, ficará guardado, marcará pra sempre.

Às vezes é difícil de entender porque umas pessoas gastam com coisas materiais e outras gastam com momentos especiais. Pra que fazer uma festa gastando R$ 10.000 em decoração se tu pode convidar teus amigos e fazer algo mais simples, mas só o fato de estar com eles, já vale mais que 10.000 que você vai gastar e no outro dia a floricultura e as promoters vão levar embora.

Os meus amigos não. Os meus amigos estão guardados aqui dentro. E ninguém tira. E quando eu digo que alguém é meu amigo, é porque eu realmente considero esta pessoa como alguém que eu posso contar e que vou torcer e estar sempre ao lado. E amigos mesmo, a gente conta nos dedos. Não é por acaso que algumas pessoas se atraem, têm afinidades, pensam da mesma forma – e às vezes nem concordam, mas aceitam você mesmo assim.

Ter amigos de verdade, pra mim, é uma honra. Saber que alguém confia em mim é o melhor elogio que eu posso ganhar. Dedico este “texto”/desabafo a todos aqueles que estiveram ALI no meu caminho, em especial minha querida amiga Mara que, agora, descansa em paz. E espero que, se existe vida após a morte, esteja ela onde estiver, que ela possa “enxergar” o quanto deixou sua marca AQUI em nossas vidas.

8 comentários:

  1. Lívia, me EMOCIONEI muito com tuas palavras! parabéns, teu texto mostrou uma realidade que sempre existe em nosso caminho, mas que muitos não dão o valor. abraços!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu que me emocionei com teu comentário!! É bom ter este retorno positivo de coisas que escrevemos de coração mesmo!!! E é bom saber que tem pessoas que se identificam com as mesmas coisas que passam pela nossa cabeça e nosso coração!!! ;) obrigada pelas palavras!

    ResponderExcluir
  3. Lívia,
    Que bom que vc voltou a escrever no blog...
    Lindo e emocionante o texto, define bem o verdadeiro sentido da palavra "AMIZADE".
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Eba!!! Que bom que tenho leitoras agora! hahaha.... Muito obrigada pela força amada!!!
    Saudades de ti!!
    Pode ter certeza que tu se inclui nessa minha "lista" de amigos!!!
    Bjooooos

    ResponderExcluir
  5. Patricia Teixeira26/04/2010 20:52

    Ameiii! Realmente muito emocionante... Algo escrito de coração!
    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Amiga, acabei de ler e também me emocionei muito.
    Realmente, os momentos vividos com pessoas especias são eternos e valem cada segundo.
    Tenha certeza que sempre guardo os nossos!!!
    Beijão =)

    ResponderExcluir
  7. Patrícia Soares04/05/2010 11:14

    OI Livia,
    Acabei de ler e acredito que, assim como ela, vc enxerga além do que os olhos podem ver. Por isso talvez tua identificação com ela. És tão especial quanto ela!!!!
    Bjão
    Patrícia Soares

    ResponderExcluir
  8. Nossa, coisa boa ouvir isso de pessoas que realmente são especiais pra mim!!! ;) Bom saber que pensam da mesma forma e que tenho pessoas assim ao meu lado!!!
    Obrigada amigas do meu coreee!!!

    PS: E Pati (Soares), em especial, ouvir isso vindo de ti é saber que estou superando muitos obstáculos meus e que, tenho certeza, tem muito da tua ajuda nessa caminhada!!! Obrigada por esses quase ou mais de 5 anos de terapia!!!

    ResponderExcluir